11 Metros e eQSO Virtual

Loading...

Pesquisar este blog

Carregando...

www.PatosReal,com

Tradução de Página

Portal Piancó - Piancó-PB

Caso de Polícia

Tambaú 247 - Últimas Notícias da Paraíba

Google+ Followers

O Menininho e seu amigo o Cachorrinho


CLIQUE NA IMAGEM

Clique na Imagem e Veja Nossos Produtos

Siga o Blog por Email

Total de visualizações de página


Santa Luzia-PB

UOL Notícias

Notícias de www.clickpb.com.br

Notícias - Blogs/Sites

Em Roliúde, O Bode É Rei!

Santa Luzia-PB,

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Acidente na Serra de Teixeira mata duas pessoas e deixa outra ferida

Duas pessoas morreram e outra ficou ferida em um acidente registrado por volta das 15h da tarde desta segunda-feira, (22), na Serra do Teixeira.

O acidente aconteceu quando um caminhão carregado de aves estava indo de Teixeira com destino ao estado do Rio Grande do Norte.  Em um trecho da serra, o motorista perdeu o controle do veículo, sobrou em uma curva e caiu em uma ribanceira, descendo cerca de 30 metros de altura. O caminhão pegou fogo.

Duas pessoas identificadas por Felipe e Fagner, que eram ajudantes, naturais de Puxinanã, morreram na hora. Um deles morreu carbonizado, o outro teve a cabeça decepada.

Já o motorista do caminhão, identificado por Evandro, foi socorrido por uma médica que passava na hora do acidente. A vítima foi levada até a cidade de São José do Bonfim, onde foi realizada uma avaliação e encaminhada para o Hospital Regional de Patos.

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, (SAMU), Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária, foram acionadas. Um carro-pipa do município de Teixeira também foi usado para dar suporte, já que as chamas destruiram completamente o caminhão.

Nossa equipe está no local e em breve mais informações e fotos do acidente.

O laudo que vai apontar as causas do acidente deve ser concluído em 60 dias.

maispatos.com

Carro capota próximo a Ouro Branco

Um veículo tipo gol de cor vermelha, capotou na RN 089 que liga Ouro Branco a Várzea-PB, já nas proximidades da cidade de Ouro Branco.

O motorista que reside em Ouro Branco, informou que perdeu o controle e capotou o veículo. Felizmente ninguém ficou ferido.

Fonte: Blog Ouro Branco Noticias

Idosa conclui curso de direito aos 94 anos

Margarida Azevedo

Lindaura Arruda prova que não há limite de idade para realizar um sonho

Lindaura pretende fazer pós-graduação no próximo ano.  / Foto: Hélia Scheppa /  JC Imagem

Lindaura pretende fazer pós-graduação no próximo ano. Foto: Hélia Scheppa / JC Imagem

Aos 4 anos de idade, ela já estava alfabetizada. Aprendeu a ler e escrever em casa, com uma carta do ABC, estimulada pelo pai, farmacêutico apaixonado pela leitura. Com 57 anos, casada e mãe de seis filhos, formou-se em farmácia, na Universidade Federal de Pernambuco. Mas o sonho mesmo era ser advogada. Tanto que, agora, aos 94 anos, Lindaura Cavalcanti de Arruda concluiu a segunda graduação: o curso de direito, na Faculdade de Ciências Humanas de Pernambuco. Disposta, ela não pensa em parar de estudar. Planeja fazer pós-graduação no próximo ano. Segunda-feira passada ela recebeu homenagem da Academia Pernambucana de Letras Jurídicas.

"Eu me renovei nesses cinco anos que passei na faculdade de direito. Completou minha vida. Achei uma maravilha, adquiri mais conhecimento”, afirma Lindaura, enquanto mostra a monografia sobre os direitos dos empregados domésticos na legislação brasileira. O trabalho lhe rendeu três notas 10 da banca e uma menção de louvor. Para escrevê-lo, contou com a ajuda do neto advogado Mário César Cavalcanti e a orientação do professor Luiz Andrade de Oliveira.

“Foi uma honra termos uma aluna com 94 anos, em perfeita lucidez, frequentando pontualmente as aulas, fazendo assiduamente os trabalhos, provas e pesquisas, dando um exemplo flagrante de dedicação. Comprovou que, com determinação, podemos concretizar os sonhos que almejamos e nunca é tarde para novas realizações”, destaca Luiz Oliveira. “Aprendemos muito com Lindaura e vemos que, às vezes, desistimos por tão pouco”, complementa o professor da faculdade, mantida pela Sociedade Pernambucana de Cultura e Ensino (Sopece).

A ideia de fazer o curso de direito partiu da filha caçula, Verônica Arruda. Percebendo que a mãe estava em depressão, alguns anos após ter ficado viúva, a filha perguntou se ela gostaria de entrar na faculdade. Sem titubear, Lindaura respondeu de pronto que sim. Matriculada como portadora de diploma na Sopece, a futura bacharel em direito não perdeu um dia de aula.

Moradora de Água Fria, na Zona Norte do Recife, foi e voltou para a faculdade de ônibus. Na ida, estava sempre acompanhada de Rosilda Silva, 54, cuidadora que está com ela há duas décadas e que serviu de inspiração para a escolha do tema da monografia. Na volta, sozinha, Lindaura preferia pegar o ônibus com destino ao Centro do Recife para que, no caminho maior até sua residência, pudesse apreciar as ruas e avenidas da cidade.

“Não gosto de computador. Não sei nada dessas máquinas. Fiz todos os meus trabalhos escritos à mão. Mas pretendo entrar em um curso de informática só para ter mais conhecimento”, diz Lindaura. A letra caprichada e a organização dos trabalhos eram motivo de elogios dos docentes. Também dos colegas de turma. “Muitas vezes me pediam para copiar trechos do que eu escrevi”, relata. “Os estudantes de hoje em dia não querem nada com a vida. São pouco responsáveis”, observa.

Com a conclusão da graduação, já sente falta da rotina de ir para a faculdade. “Ganhei uma bolsa da Sopece para cursar pós-graduação. Enquanto eu andar, vou continuar estudando”, garante Lindaura, que vai comemorar a formatura em março próximo com a colação de grau e um churrasco, que terá a presença (e os aplausos) dos seis filhos, 11 netos e seis bisnetos.

ne10 - UOL - Jornal do Comércio

Final de semana é marcado por assassinato e tentativas de homicídio em Patos

O final semana na cidade de Patos foi bastante violento e marcado por um assassinato e duas tentativas de homicídio.

A primeira tentativa aconteceu na tarde da última sexta-feira, (19), no bairro Dona Milindra.

De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais, (CIOP), um homem de 34 anos estava em frente a sua residência, quando foi surpreendido pelo acusado que é albergado. A vítima, Franbert dos Santos Lima, de 34 anos, que também é albergado, foi atingido, socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, (SAMU), e encaminhado para o Hospital Regional de Patos.

Na mesma noite, uma mulher foi atingida por um disparo de arma de fogo na coxa, na Rua Francisco Germano, no bairro Dona Milindra.

A vítima informou à polícia que estava caminhando quando foi atingida por um tiro, efetuado por um homem que vinha de carona em uma moto.

Clemilda Monteiro da Silva, de 36 anos, foi socorrida e encaminhada para o HRP e não corre risco de morte.

Até o momento, ninguém foi preso.

Já o assassinato foi registrado na noite de sábado, por volta das 22h30, no bairro Maternidade.

Wescley Serafim Rodrigues, de 21 anos, foi morto por vários disparos de arma de fogo, quando estava passando em frente a um bar, localizado ao lado da Maternidade peregrino Filho. O Samu ainda foi acionado, mas o jovem não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu no local.

A Polícia ainda não sabe o que motivou o crime. O autor do homicídio ainda não foi localizado.

MaisPatos.com

Polícia desarticula quadrilha de estelionatários no Sertão

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do Grupo Tático Especial (GTE) de Pombal, subordinado a 19ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), desarticulou no Sertão do Estado uma quadrilha especializada em estelionatos na região.

A ação aconteceu na sexta-feira (19), quando os investigadores do grupo especializado receberam a informações de que dois homens haviam aberto uma conta corrente com documentos falsos em uma agência bancária de Pombal.

Os primeiros a serem presos foram Tadeu Veríssimo da Silva, 26, e Antônio Clerton Souza Maia, 36, já na saída da agência bancária. Ambos confessaram o crime e estavam com os documentos falsos em mãos. Aos agentes de investigação, Antônio revelou que na conta corrente aberta seriam depositados valores para terceiros. Já Tadeu afirmou à Polícia que a mando de um homem conhecido por ‘Juninho Catingueira’ havia aberto outras contas na mesma instituição financeira e sacado de uma delas a quantia de R$ 28 mil, ficando com 20% do valor.

Diante dos indícios de formação de quadrilha, os agentes solicitaram apoio da Polícia Militar, a fim de localizar os outros integrantes do grupo. As duas polícias se deslocaram para São João do Rio do Peixe e prenderam Junior César Gonçalves Dantas, conhecido por ‘Juninho Catingueira’, 33, que também foi autuado em flagrante.

Duas mulheres também foram detidas e serão investigadas por participação no esquema, pois afirmaram abrir contas com nomes falsos, agenciadas por Júnior César. Os três presos irão responder por uso de documento falso, estelionato na forma tentada e formação de quadrilha.

Secom-PB

domingo, 21 de dezembro de 2014

Possivelmente, uma cadela de 5 a 6 meses com suspeita de Cinomose no Bairro Frei Damião em Santa Luzia-PB

Rede Sertão PB: Henrique Melo

Iremar José publicou em seu Facebook a seguinte informação:

ATENÇÃO! SE ENCONTRA UMA CACHORRA APROXIMADAMENTE DE 5 A 6 MESES COM SUSPEITA DE CINOMOSE, AQUI NO FREI DAMIÃO, O VETERINÁRIO SEGUNDO, FALOU COMIGO PRA AVISAR A POPULAÇÃO PRA VACINAR OS CÃES QUE TIVERAM CONTATO, E TAMBÉM ENTRAR EM CONTATO COM A VIGILÂNCIA SANITÁRIA DO NOSSO MUNICÍPIO!

cinomose-estagios-doenca

A cinomose se trata de uma doença que acomete cães mais jovens em seu primeiro ano de vida, pode também infectar animais mais velhos que por alguma razão não tenham sido imunizados anteriormente com vacinas próprias, ou que por alguma doença seu sistema imunológico se encontra debilitado.

A cinomose pode atingir vários órgãos, é sistêmica, podendo atuar em todo o organismo, é altamente contagiosa. É uma doença causada por um vírus que sobrevive por muito tempo em ambiente seco e frio. Porém é um vírus muito sensível ao calor, luz solar e desinfetantes comuns, dura em média três meses no ambiente após a retirada do portador.

Como é transmitida?

A cinomose se dá através de animais que se contaminam por contato direto com outros animais já infectados, ou pelas vias respiratórias, pelo ar contaminado ou por fômites, que são objetos que já tiveram contato com o portador da cinomose.

Leia Mais: Aplique o tratamento de giárdia para livrar seu pet desse mal

A transmissão direta é por secreção do nariz e boca de animais infectados que é a principal fonte de infecção.

Quais são os sintomas da cinomose?

Pode haver perda de apetite, corrimento ocular e nasal, diarréia, vômito e sintomas nervosos (tiques nervosos, convulsões e paralisias), dificuldade de respirar e febre. E de acordo com o estado imunológico do animal como um todo, ele pode vir a óbito.

Basicamente, a doença se apresenta em fases, podendo pular uma delas eventualmente. Inicia-se pela fase respiratória (pneumonia e secreção nasal purulenta, o conhecido pus), e ocular (secreção ocular purulenta, ou remela, em grande quantidade).

Qual o tratamento?

Não existe. O que se pode fazer é usar medicamentos para o controle dos sintomas. É importante que o animal seja mantido em um ambiente limpo, com temperatura agradável e alimentação correta de acordo com as indicações do veterinário.

Como prevenir a cinomose?

A melhor forma de prevenir é a vacinação, que pode ser feita em uma clínica veterinária. Os cães podem ser vacinados com seis meses de idade, filhotes devem receber três doses desta vacina na primeira fase da vida. Posteriormente os cães devem receber uma dose da vacina anualmente. Saiba mais sobre a vacinação de cães.

A cinomose no Brasil

Com uma população canina de mais de 37 milhões, o Brasil conta com, apenas, cerca de 7 milhões de cães vacinados anualmente; o que significa que a maior parte dos cachorros do País permanecem suscetíveis à contaminação da doença.

Embora, periodicamente, haja campanhas especiais para conscientizar a população que tem bichinhos de estimação como parte da família – oferecendo, inclusive, a vacina para os cães de maneira gratuita - o número de vacinações no País ainda deixa muito a desejar; levando em conta que, além da cinomose, há uma série de outras doenças contagiosas e bastante prejudiciais para os animais, que seguem sem proteção.

Com isso, a cinomose segue se espalhando pelo País, sendo que, em algumas cidades específicas – como em Alfenas, em Minas Gerais – o aumento do número de casos da doença tem sido considerável. No mês de junho de 2013, inclusive, o município chegou a ser considerado um local em surto de cinomose, tamanha a quantidade de cães infectados pela doença sendo atendidos pelos médicos veterinários da região.

Mesmo que esse tipo de ocorrência de surto seja, de certa forma, isolado e um tanto quanto pontual no País, a situação é preocupante – tendo em mente que há quase 30 milhões de cachorros não vacinados espalhados pelo Brasil – e, sem que a população se conscientize, esse problema tende a crescer cada vez mais. 

A contaminação de cães pela cinomose

Conforme citado anteriormente, a cinomose é uma doença transmitida por um vírus altamente contagioso de tipo RNA – ou seja, que conta com material genético denominado RNA, que pertence a família paramixovirirdae gênero morbilivírus. Poderoso, este vírus pode sobreviver em um ambiente por algum tempo se as condições climáticas forem ideais para isso e o local for frio e seco – sendo que, mesmo em ambientes quentes e úmidos (pouco propícios para a sua sobrevivência), ele pode chegar a viver por cerca de um mês.

Também chamado de vírus CDV – Canine Distemper Virus, o responsável pela cinomose é bastante agressivo e oportunista, e atinge, principalmente, cães que por alguma razão tenham seu sistema imunológico enfraquecido; como filhotes, cachorros idosos ou que já estejam enfraquecidos em função de alguma outra doença ou problema como o estresse.

Embora possa afetar animais de qualquer idade, no caso dos filhotes a prevalência da doença pode ser maior – principalmente nos que tem idade entre 3 e 6 meses de vida; já que esse período coincide com a perda dos anticorpos maternos presentes no corpo do animal. Entre os profissionais veterinários há, ainda, a crença de que cachorros de raças braquicéfalas (de focinho curto) apresentem uma resistência maior ao problema; no entanto, não há comprovações para essa suspeita.

Podendo, ainda, afetar todo tipo de raça de cão, há algumas tidas como mais suscetíveis à cinomose, incluindo nomes como Husky, Greyhound, Weimaraner, Samoieda e os Malamutes do Alaska.

Destacando uma taxa de mortalidade de até 85% dos cachorros acometidos (nem todos morrem por causa da doença, mas ficam com sintomas neurológicos que acabam levando o animal à eutanásia), a doença terá sua gravidade relacionada, principalmente, à região do corpo do animal que será atacada; com sintomas que se iniciam em sistema respiratório e nos olhos, evoluindo para sistema gastrointestinal e finalmente a pior parte, quando acomete o sistema nervoso.

Não havendo raças, épocas do ano ou gêneros específicos mais propensos para a contaminação, o vírus da cinomose costuma atingir os animais de maneira bastante intensa e, como a evolução da doença é rápida, em alguns casos pode ser fatal para os cães acometidos. Embora haja países em que a doença já é praticamente erradicada, o Brasil não se encaixa nesse perfil – já que apenas uma pequena parcela dos pets caninos do País são vacinados; o que aumenta muito as chances de contaminação.

Felizmente, a cinomose não é considerada uma zoonose e, portanto, não tem a capacidade de atingir seres humanos, que podem interagir com animais doentes sem maiores preocupações. No entanto, a situação muda de figura quando esta interação é entre animais; já que um cão doente pode transmitir a doença para um animal sadio de maneira quase imediata, por meio do contato direto entre eles.

As secreções liberadas pelo animal doente – seja pelas narinas ou pela boca –, além das fezes do cachorro contaminado, são agentes potentes para a transmissão da doença. Até mesmo fômites pode ser responsáveis pela propagação do problema, e alguém que entrou em contato com um cão doente pode levar a doença consigo (em suas roupas ou sapatos, por exemplo) até encontrar outros animais e facilitar a contaminação destes.

A evolução da cinomose nos cachorros

A cinomose é uma doença de evolução bastante rápida nos cães e, cerca de 7 dias após a contaminação, os primeiros sintomas já podem começar a ser notados nos cachorros acometidos. Em muitos casos, a doença se manifesta nos animais de maneira tão agressiva, que as chances de melhora ou cura são praticamente descartadas – já que, quando o diagnóstico é feito, as alterações neurológicas já estão tão avançadas que o tratamento se torna inútil.

No entanto, o nível de agressividade da cinomose em um cão vai depender tanto das regiões afetadas pela doença como do estado em que se encontra o sistema imunológico do cachorro em questão. Animais com a imunidade em níveis adequados, por exemplo, podem chegar a eliminar o vírus sem promover a sua disseminação ou ter sintomas severos da doença – sendo os cães com baixa imunidade os mais prejudicados pelo problema (e os que correm mais riscos de morrer em função da doença).

As áreas ligadas às funções respiratória e digestiva são, na maioria das vezes, as primeiras afetadas pela doença – que, em estágios avançados, chega a alterar o sistema nervoso do animal e provocar quadros irreversíveis, além de sequelas importantes nos casos (raros) em que o animal consegue ser tratado e se recuperar.

Um dos grandes problemas da doença – e que influi muito na piora do quadro do animal infectado – é a variedade de sintomas que ela provoca, dificultando um diagnóstico preciso. Boa parte dos animais que acabam chegando ao óbito, mesmo sendo tratados a partir do surgimento dos primeiros sinais da doença, sofrem por receberem o tratamento errado; que, na maioria das vezes, se concentra em eliminar os sintomas de maneira isolada (já que a origem do problema, até então, é desconhecida).

Ao cuidar de sinais pontuais e sem saber da presença da cinomose, é possível promover uma melhora significativa no animal; no entanto, essa aparente recuperação dura pouco tempo, e os sintomas e consequências da doença ressurgem no animal de maneira ainda mais agressiva.

Independentemente do tipo de tratamento, infelizmente, a cinomose é uma doença que gera uma sobrevida relativamente curta nos animais que conseguem se recuperar e; conforme descrito anteriormente, os cães infectados precisam de medicamentos específicos para ter o máximo de qualidade de vida possível enquanto o mal se espalha.

Como identificar a cinomose no seu pet

Conforme descrito acima, ter o diagnóstico correto é fundamental para que um cão tenha chances de se recuperar da cinomose e poder viver além da doença. Portanto, é essencial que os donos de pets estejam sempre atentos aos principais sinais que ocorrem com o surgimento do problema. Confira, a seguir, uma lista de sintomas comuns aos cachorros infectados pela doença – expostos de maneira crescente, de acordo com a evolução da doença no corpo do animal:

  • Tosse
  • Espirros
  • Febre
  • Perda de apetite
  • Apatia (o cão não tem vontade de fazer nada)
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Secreções nasais
  • Secreções oculares (conjuntivite)
  • Falta de coordenação motora (o cão parece estar “bêbado”, “descadeira”)
  • Tiques nervosos
  • Mioclonias (contrações musculares involuntárias)
  • Convulsões
  • Paralisia

Vale a pena lembrar que, tanto a evolução de sintomas neurológicos como o surgimento de qualquer tipo de sinal da cinomose varia muito de um caso para o outro e, portanto, não há como prever que tipo de consequências o problema pode causar e nem se a doença irá desencadear sinais perceptíveis até chegar a um nível bastante avançado.

Um dos sinais neurológicos mais característicos da cinomose é a mioclonia – que promove a contração involuntária dos músculos do animal – considerada um sintoma específico da doença e que também pode ocorrer em função de outros problemas causados pelo paramixovírus.

Quando a cinomose chega a afetar o sistema neurológico dos cachorros o quadro já pode ser considerado bem grave, e consequências como meningite, paraplegia e tetraplegia podem ocorrer, assim como um quadro de coma (que, na maioria dos casos, evolui para a morte do animal em pouco tempo). Além destes, sintomas mais variados também podem ocorrer em casos específicos, incluindo abortos e partos prematuros em cadelas, lesões ósseas, alterações no esmalte dentário do cão e infecções diversas.

Conclusão

Devido à agressividade da doença e a facilidade de prevenção não fica nenhuma dúvida em relação ao que deve ser feito: sempre mantenha a vacinação do seu animal em dia e faça visitas frequentes ao médico veterinário.

Fonte: CachorroGato @

http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/cinomose/

Fonte: CachorroGato

Redação
(83) 9123-2233

(83) 9965-0995

contatosertaopb@gmail.com

Para os que queiram um acesso rápido ao nosso áudio

www.tvsertaopb.blogspot.com

Entre você também no grupo

A Rede Sertão PB está disponibilizando um endereço, grupo do MSN, (group863210@groupsim.com), que ficará aberto 24 horas por dia, sete dias por semana.

O grupo servirá para troca de informações entre os participantes, bem como, de oferecer um espaço de entretenimento a todos os internautas que acompanham nossas páginas parceiras da Rede. Bom divertimento e bons papos a todos!!!!!

Para participar, basta adicionar o seguinte endereço: group863210@groupsim.com, nos contatos do seu MSN.

Grupo (Chat MSN) Santa Luzia

Você pode adicionar também o Chat Santa Luzia-PB direto em seu MSN: group64628@groupsim.com – Adicione da mesma forma como adiciona um contato MSN.


Participe do Chat de Santa Luzia-PB

Rede Sertão PB agora no seu celular

Clientes Tim

Fique por dentro de nossas postagens e dicas, direto do seu celular.

São matérias, o que rola na cidade, entretenimento e muito mais...

Vamos fechar parcerias com comerciantes locais, e divulgar, direto para seu celular, promoções relâmpagos, que surjam, no comercio local, e é claro, nos estabelecimentos parceiros da Rede Sertão PB.

Muita novidades virão por ai – AGUARDEM!!!!!

Receba em seu celular, gratuitamente, as atualizações (via Twitter) das postagens de nossa página - www.sertaopb.com

Para o cadastramento do serviço do Twitter, de nossa página em seu celular, será descontado, apenas inicialmente e a cada envio de solicitação de serviço, de seus créditos, o valor de, R$ 0,31 (trinta e um centavos), mais impostos.

Para o cancelamento, a qualquer momento, também será descontado o mesmo valor.

Esses valor é descontado sempre que se ative ou se cancele o serviço de um Twitter em seu celular.

Essa taxa é referente à contratação do serviço junto à operadora TIM.

As mensagens recebidas, de acordo com o regulamento do serviço da TIM, serão gratuitas.

A cada atualização de nova postagem, você receberá em seu celular, uma mensagem com os primeiros 140 caracteres da postagem.

Você não vai ficar de fora dessa, vai?

Essas mensagens, não importam quantas, em seu recebimento, serão gratuitas.

Para entender melhor:

O envio de mensagens custa R$ 0,31 + impostos e o recebimento é gratuito

Serão cobrados R$ 0,31+impostos para todas as mensagens enviadas com os comandos. Exceto os comandos HELP e START, que são gratuitos.

Como Cadastrar essa página em meu celular?

Envie a mensagem de texto com o nome START para o número: 40404 e ative o serviço em seu celular. Essa mensagem é gratuita.

Em seguida, envie a mensagem FOLLOW redesertaopb para o número 40404. Essa mensagem custará R$ 0,31 + impostos.

Para parar de seguir, envie a mensagem LEAVE redesertaopb para o número 40404. Essa mensagem também custará R$ 0,31 + impostos.

Veja:

FOLLOW nomedousuario: permitirá que você siga uma pessoa específica e receberá suas notificações. Exemplo: FOLLOW lucianapop. Você estará seguindo lucianapop.

LEAVE nomedousuario: desativará o recebimento das notificações de uma determinada pessoa. Exemplo: LEAVE patricia. Você não receberá mais nenhuma notificação da patricia, no seu celular.

Atenção

Utilizando o comando "on nomedousuario" do seu celular, habilitará o recebimento no seu celular, somente deste usuário enviado. Se enviar "off nomedousuario", desabilitará o recebimento desse usuário no seu celular, mesmo assim você continuará recebendo na web as mensagens das pessoas que segue.

Se você começar a seguir alguém pelo celular, também o seguirá na web. Não tem como deixar de seguir alguém ou bloquear alguém via SMS. Os comandos off, leave, stop, and quit, apenas desabilitarão o recebimento das mensagens de dessas pessoas, via sms.

Pronto!!!!! Seguindo esses passos, você começará a receber informações da Rede Sertão PB em seu celular. Todas as mensagens recebidas, serão GRATUITAS.